R. Dona Adma Jafet , 115, Bela Vista | Hospital Sírio-Libanês - São Paulo 11 3394.5007 contato@ortopedistajoelho.com.br


Viscossuplementação

A viscossuplementação é um procedimento útil para o tratamento de artrose (desgaste), lesões de cartilagem e prevenção de lesões de cartilagem. O procedimento consiste na injeção, dentro da articulação do paciente, de um fluido viscoso semelhante ao fluido natural que lubrifica nossos joelhos. O medicamento é composto por ácido hialurônico, que é um dos componentes do fluido naturalmente produzido dentro da nossa articulação; por isso, não precisa ter medo de que sua articulação será destruída por um ácido. Ao contrário, a biologia da articulação será melhorada por meio da introdução do ácido hialurônico.

O procedimento funciona de forma semelhante a qualquer outra injeção. A grande diferença é que o medicamento, ao invés de ser introduzido no músculo ou na veia, é introduzido dentro da articulação. Durante a viscossuplementação, o paciente pode ficar sentado ou deitado, realizamos assepsia e antissepsia no local, e injetamos o medicamento dentro da articulação do paciente. O procedimento pode ser repetido a cada 6-12 meses conforme os resultados da reavaliação do ortopedista.

É importante esclarecer aos pacientes que a viscossuplementação só pode ser realizada por um médico capacitado. Antes de ser submetido ao procedimento, consulte-se com um especialista para averiguar se o seu caso se encaixa na lista de indicações.

Viscossuplementação para artrose

Essa doença é caracterizada por um conjunto de sintomas e sinais que deterioram a qualidade de vida: dor, episódios de inchaço, perda de mobilidade e deformidade no joelho.

Atualmente, existe um conjunto de tratamentos que empregamos para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos nossos pacientes. A viscossuplementação é uma dessas ferramentas que pode amenizar a dor e adiar, em pelo menos 1 ano, a necessidade de realizar artroplastia do joelho (cirurgia para implantar prótese no joelho).

Viscossuplementação para prevenção de lesões de cartilagem

Alguns traumas no joelho podem produzir lesões (ex.: fraturas, lesão do ligamento cruzado anterior e luxação da patela) que também ferem a cartilagem do joelho. No início, tais ferimentos na cartilagem podem não ser detectáveis, mas com o passar dos meses e anos, a lesão pode surgir e se tornar um problema.

Por isso, mesmo nas situações em que não há ainda lesão evidente, mas que há potencial para surgimento futuro, recomenda-se realizar a viscossuplementação na tentativa de minimizar a chance de surgimento de lesão na cartilagem.

Viscossuplementação para o tratamento de lesões de cartilagem

A viscossuplementação melhora as condições biológicas para o reparo da cartilagem, por isso o procedimento pode ser realizado no tratamento de lesões de cartilagem que não requerem cirurgia.

Pelo mesmo princípio de melhorar as condições biológicas para o reparo da cartilagem, lesões que requerem tratamento cirúrgico (ex.: mosaicoplastia) também merecem ser tratadas com viscossuplementação, além da cirurgia, para aumentar as chances de sucesso dos resultados pós-operatórios.

Perguntas
Frequentes

Não. Mesmo se optado por não operar o joelho, é necessário reabilitar (fazer fisioterapia) antes de qualquer coisa.
Com a lesão de algum ligamento importante do joelho (ex.: o ligamento cruzado anterior, ligamento colateral lateral, etc.), o joelho se movimenta anormalmente. Por conta disso, o joelho desgasta mais rápido, processo esse conhecido como artrose.
O joelho lesado não será exatamente como antes, mas com a cirurgia é possível retomar as atividades do dia-a-dia e recuperar a qualidade de vida. Não tratar (com ou sem cirurgia, conforme a indicação) significa condenar de vez a saúde do seu joelho.
Nem sempre. Nos casos em que o tempo de cirurgia se prolonga muito, é comum realizarmos o tratamento em duas etapas para minimizar os riscos de infecção, trombose, etc. Verifique o seu caso com o especialista em cirurgia do joelho.
Não há urgência para reconstruir os ligamentos do joelho, a não ser em casos com fratura. Ao contrário, na maioria dos casos é recomendado aguardar alguns dias antes de operar para melhorar os resultados e minimizar os riscos de complicações.

Entre em
Contato

Ainda tem alguma dúvida sobre como o Dr. Carlos Vinicius pode tratar a sua lesão? Preencha o formulário abaixo e nos envie uma mensagem!

Enviar

Receba Gratuitamente Nossa

Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter e receba gratuitamente nossas novidades, dicas e informações.

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?

Você já é a 5 pessoa a solicitar uma ligação.

Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 3 pessoa a deixar uma mensagem.

Powered by: