R. Dona Adma Jafet , 115, Bela Vista | Hospital Sírio-Libanês - São Paulo 11 3394.5007 contato@ortopedistajoelho.com.br


Osteotomia

Se repararmos os joelhos dos jogadores de futebol, perceberemos que a maioria possui os joelhos “tortos pra fora”. Um exemplo clássico é o ex-jogador Garrincha, que tinha um joelho torto para fora e o outro para dentro. Algumas pessoas possuem o joelho torto mesmo sem nunca terem praticado futebol na vida. Independentemente se você pratica ou não futebol, as deformidades no joelho podem requerer tratamento, como a Osteotomia, em determinadas situações, como:

  • Dor provocada pela deformidade;
  • Artrose;
  • Lesão de cartilagem;
  • Lesão do menisco;
  • Lesão de ligamentos;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Luxação da patela (patela sai do lugar);
  • Crianças (ex.: doença de Blount, raquitismo, etc.)

Contudo, não são todos os casos listados acima que necessitarão de tratamento; por isso, as pessoas com deformidade no joelho devem se consultar com ortopedista especialista em joelho para determinar a causa da deformidade e, se for o caso, indicar o tratamento.

O que é a osteotomia e como ela é feita?

Caso seja necessário realizar cirurgia, a osteotomia é uma das opções. A osteotomia consiste na realização de cortes nos ossos deformados, geralmente a tíbia (osso da perna) ou o fêmur (osso da coxa), mas os cortes podem ser realizados também na patela e na fíbula, ou uma combinação de mais de um osso (tíbia e fêmur, por exemplo) dependendo do tipo de deformidade e da técnica cirúrgica.

Para realizar a osteotomia, fazemos cálculos trigonométricos para determinar o local e a geometria do corte no osso deformado. Inicialmente, cortamos o osso com uma serra e outros instrumentos de corte. Em seguida, reposicionamos o osso conforme calculado previamente para que ele adquira um formato anatomicamente normal. Por fim, para manter o osso no novo formato, fixamos os cortes com implantes metálicos (ex.: placa e parafusos, grampos, etc.).

A recuperação pós-cirúrgica é delicada e requer cuidado especial do paciente, pois há uma série de instruções para o bom resultado cirúrgico. A recuperação dura em torno de 3 a 6 meses e nesse período o paciente recebe instruções de como deve proceder para pisar com a perna operada e quais movimentos pode realizar. O fisioterapeuta é sempre nosso grande aliado para a reabilitação do paciente, e seus trabalhos são iniciados já no primeiro dia após a cirurgia.

A osteotomia é um procedimento de grande porte sujeito a 3 complicações principais: problemas na cicatrização da pele e do osso, e infecção. É importante deixar claro que a possibilidade de complicações é inerente a qualquer cirurgia, não impedindo que se faça um procedimento benéfico ao paciente. Existem critérios bem estabelecidos para se indicar, com segurança, a osteotomia. Por isso, é necessário que os pacientes sejam avaliados e acompanhados por ortopedista especialista em cirurgia de joelho.

Agende sua
Consulta

Agende sua consulta com o Dr. Carlos Vinicus.

São Paulo:
11 3394.5007

Procedimentos
Cirúrgicos

O Dr. Carlos Vinícius é médico especialista em ortopedia, sendo referência no tratamento de diferentes tipos de lesões de joelho. Se procura por um atendimento humanizado e um profissional altamente capacitado, agende sua consulta. Veja abaixo quais são as principais lesões operadas e tratadas pelo Dr. Carlos Vinícius.

Deformidades do Joelho (Varo e Valgo)

Quando o joelho é torto apontando “para fora”, nós chamamos de joelho varo, ou ...

Entre em
Contato

Ainda tem alguma dúvida sobre como o Dr. Carlos Vinicius pode tratar a sua lesão? Preencha o formulário abaixo e nos envie uma mensagem!

Enviar

Receba Gratuitamente Nossa

Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter e receba gratuitamente nossas novidades, dicas e informações.

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?

Você já é a 5 pessoa a solicitar uma ligação.

Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 3 pessoa a deixar uma mensagem.

Powered by: