R. Dona Adma Jafet , 115, Bela Vista | Hospital Sírio-Libanês - São Paulo (11) 4750-1185 contato@ortopedistajoelho.com.br


Fraturas no Joelho

Quando se sofre um trauma que produz incapacidade para utilizar o membro machucado (joelho, perna, coxa, etc.), é imperativo buscar atendimento ortopédico imediato para identificar as lesões, estimar a gravidade destas e instituir o tratamento, seja este cirúrgico ou não.

A região do joelho contém 4 ossos suscetíveis a fraturas: fêmur, tíbia, patela e fíbula. Por se tratar de uma articulação, as fraturas nessa região tendem a causar mais prejuízo, a médio e longo prazo, para a função do joelho do que fraturas extra-articulares (ex.: perna, coxa, braço). Por isso, o tratamento de fraturas no joelho é mais complexo e delicado, sendo melhor executado por ortopedistas habituados com a anatomia e técnica cirúrgica da região.

Como funciona o tratamento para fraturas no joelho

As fraturas no joelho são mais complexas, pois são poucas as situações em que é possível tratá-las sem cirurgia, utilizando-se, por exemplo, “um gesso” (imobilização gessada). A maioria das fraturas do joelho requer tratamento cirúrgico, que consiste no reposicionamento dos fragmentos do osso fraturado e fixação destes com implantes metálicos, que podem ser placas, parafusos, pinos, hastes, entre outros.

As fraturas da tíbia chamadas de planalto tibial, em especial, podem requerer o uso de enxerto ósseo. Isso ocorre nos traumas mais graves em que os ossos sofrem muita impacção, resultando em locais onde “falta osso”. Normalmente, retiramos o enxerto de um dos ossos da bacia, que é uma região com grande quantidade de osso com alto potencial de integração na área receptora (a área da fratura) por possuir células com maior capacidade proliferativa.

Como é o pós-operatório do tratamento

A recuperação pós-operatória costuma ser prolongada, de 3 a 12 meses, conforme as características da fratura e as condições físicas do paciente, como gravidade, localização, idade, presença de doenças associadas (ex.: diabetes, hemofilia, insuficiência renal, etc), entre outros.

Durante a convalescença, o paciente realiza sessões de fisioterapia e é reavaliado por mim periodicamente. Ressalto sempre aos meus pacientes que o trabalho do fisioterapeuta ocorre em comunhão com o trabalho do ortopedista. Por isso, a fisioterapia é iniciada tão logo possível e se mantém até a reabilitação do paciente.

Com o tratamento da fratura, espera-se que o paciente possa, gradualmente, retomar suas atividades dentro das possibilidades determinadas pela gravidade e tipo de fratura. A recuperação, portanto, pode ser completa ou parcial. Para obter os melhores resultados, oriento buscar atendimento ortopédico imediato com profissional especializado.

Perguntas
Frequentes

Não. Mesmo se optado por não operar o joelho, é necessário reabilitar (fazer fisioterapia) antes de qualquer coisa.
Com a lesão de algum ligamento importante do joelho (ex.: o ligamento cruzado anterior, ligamento colateral lateral, etc.), o joelho se movimenta anormalmente. Por conta disso, o joelho desgasta mais rápido, processo esse conhecido como artrose.
O joelho lesado não será exatamente como antes, mas com a cirurgia é possível retomar as atividades do dia-a-dia e recuperar a qualidade de vida. Não tratar (com ou sem cirurgia, conforme a indicação) significa condenar de vez a saúde do seu joelho.
Nem sempre. Nos casos em que o tempo de cirurgia se prolonga muito, é comum realizarmos o tratamento em duas etapas para minimizar os riscos de infecção, trombose, etc. Verifique o seu caso com o especialista em cirurgia do joelho.
Não há urgência para reconstruir os ligamentos do joelho, a não ser em casos com fratura. Ao contrário, na maioria dos casos é recomendado aguardar alguns dias antes de operar para melhorar os resultados e minimizar os riscos de complicações.

Entre em
Contato

Ainda tem alguma dúvida sobre como o Dr. Carlos Vinicius pode tratar a sua lesão? Preencha o formulário abaixo e nos envie uma mensagem!

Enviar

Receba Gratuitamente Nossa

Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter e receba gratuitamente nossas novidades, dicas e informações.

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?

Você já é a 5 pessoa a solicitar uma ligação.

Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 3 pessoa a deixar uma mensagem.

Powered by: